Ebook SOP Baixe agora o e-book sobre Síndrome dos Ovários Policísticos e entenda tudo sobre essa doença! Clique Aqui!
Ficou com alguma dúvida? Agende sua consulta agora! Clique Aqui!

Como tratar a SOP com técnicas de reprodução assistida?



"Conheça mais detalhes sobre o que é SOP e as técnicas de reprodução assistida"

por Dr. Augusto Bussab

Como tratar a SOP com técnicas de reprodução assistida?

As causas da SOP (síndrome dos ovários policísticos) ainda não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que podem existir alguns fatores relacionados, como genética, alterações hormonais e até estilo de vida.

A SOP hoje afeta cerca de 10% das mulheres em todo o mundo. Trata-se de um desequilíbrio endócrino relativamente comum entre as mulheres na idade reprodutiva. Na SOP, o nível de testosterona, hormônio mais prevalente nos homens, aumenta, o que provoca, inclusive, sintomas relacionados a características masculinas.

Neste texto, veremos o que é a SOP, como a função dos ovários na gestação é importante e as implicações na fertilidade feminina.

O que é SOP e quais são os sintomas?

A SOP é um distúrbio endócrino ou patologia endócrina feminina relativamente comum que pode ter consequências na fertilidade e relação com:

  • resistência à insulina;
  • hiperandrogenismo.

Esses dois fatores desempenham um papel negativo na fertilidade da paciente, pois alteram a ovulação, em muitos casos provocando ciclos anovulatórios (sem ovulação). Como os folículos não se rompem, há um acúmulo deles nos ovários, daí a característica policística da síndrome.

Em geral, a SOP atinge mulheres em idade reprodutiva. Alguns sintomas podem indicar a sua presença:

  • aparecimento e crescimento anormal de pelos;
  • surgimento de acne;
  • excesso de peso;
  • retenção de líquidos;
  • queda de cabelo (alopecia);
  • anovulação;
  • infertilidade.

Alguns desses sintomas são comuns também em outras doenças, portanto o diagnóstico de SOP é de exclusão. A infertilidade é um sintoma que muitas vezes leva a mulher a descobrir a doença. Nesses casos, geralmente é necessário realizar um tratamento de reprodução assistida para que ela consiga engravidar.

Algumas mulheres, no entanto, podem não apresentar sintomas evidentes de SOP.

A função dos ovários para a gestação

Os ovários são glândulas do aparelho reprodutor feminino com duas funções principais:

  • liberar o óvulo a cada ciclo menstrual para que a mulher possa engravidar (ovulação);
  • secretar hormônios, como os estrogênios e a progesterona.

Dessa forma, os ovários são órgãos fundamentais para a fertilidade da mulher. Se a sua função estiver prejudicada, a gravidez pode não acontecer.

Implicações da SOP na fertilidade feminina

A SOP é um problema que tem origem no metabolismo, mas que não deve ser confundido com ovários policísticos. São condições diferentes. Ou seja, ter ovários policísticos não significa que a mulher vá sofrer de SOP.

Vimos que as causas da SOP não são totalmente determinadas, mesmo que possam ser associadas a algumas condições. Para as mulheres que desejam ser mães, uma das primeiras pesquisas durante a anamnese é sobre o histórico de vida, condições de sobrepeso e certas modificações no estilo de vida.

A paciente que têm seus ovários policísticos provavelmente terá problemas de fertilidade. Ter irregularidades nos ciclos menstruais também dificulta o cálculo do calendário dos dias férteis.

A SOP pode provocar infertilidade porque afeta o processo de ovulação durante o ciclo menstrual devido ao desequilíbrio hormonal dos androgênios. Sendo portadora de SOP, a mulher geralmente não ovula, e não ovulando a fecundação não ocorre.

Tratamento e reprodução assistida

O tratamento da SOP depende dos objetivos da mulher e da gravidade da doença. Em determinados casos, medicamentos para controlar o desequilíbrio hormonal são suficientes. Se a paciente quiser engravidar, no entanto, geralmente é necessária alguma técnica de reprodução assistida: relação sexual programada (RSP) ou fertilização in vitro (FIV).

As técnicas de reprodução assistida são a opção de tratamento mais indicada para a infertilidade nesse caso, uma vez que é feito um tratamento chamado estimulação ovariana, durante o qual são administrados na mulher hormônios para que os ovários liberem um número maior de óvulos.

RSP (relação sexual programada) e fertilização in vitro (FIV)

A RSP aumenta as chances de concepção, mas as indicações são mais restritas. A mulher deve ter menos de 35 anos e as tubas uterinas (trompas de Falópio ou apenas trompas) preservadas. Outra condição é o homem não ter fatores de infertilidade. Caso contrário, indica-se a FIV, indicada para todos os outros casos.

Em ambos os casos, são feitos exames primeiro, para avaliação geral do casal. Esses exames podem detectar outros problemas e descartar a possibilidade de indicação da RSP. Os resultados são decisivos na definição do tratamento mais adequado.

Enquanto a RSP é uma técnica de baixa complexidade, em que a estimulação ovariana tem o objetivo de obter de 1 a 3 óvulos para fecundação, sendo isso fundamental para evitar gestações gemelares, a FIV é uma técnica de alta complexidade, portanto a estimulação ovariana é mais intensa e tem o objetivo de obter o maior número possível de óvulos, uma vez que o risco de gemelaridade está na transferência de um número de embriões superior a um, não no estímulo ovariano.

Na RSP, a fecundação ocorre naturalmente, durante uma relação sexual, por isso a estimulação ovariana deve ser menos intensa. Na FIV, a fecundação ocorre em laboratório, portanto o especialista em reprodução assistida tem controle da quantidade de embriões que será gerada e transferida ao útero.

As chances de sucesso variam de acordo com as características do casal, mas ficam em torno de 20% (RSP) e 40% (FIV).

Assim, acompanhe seus ciclos menstruais, e no caso da SOP, pergunte tudo ao médico, sobre quais exames você precisa fazer, o que afeta sua capacidade de engravidar, quais tipos de tratamentos são aconselhados e quais consequências para a saúde a longo prazo da SOP.

Você pode obter mais detalhes sobre esse tema no nosso texto sobre a síndrome dos ovários policísticos!

 


Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de
Próxima leitura
Uretrite: diagnóstico e tratamentos

O tratamento inadequado da clamídia e da gonorreia pode causar uretrite, uma das principais causas de infertilidade. Clique aqui e descubra como é o diagnóstico e o tratamento da uretrite!

Ler mais...