Carregando

Ebook SOP Baixe agora o e-book sobre Síndrome dos Ovários Policísticos e entenda tudo sobre essa doença! Clique Aqui!
Ficou com alguma dúvida? Agende sua consulta agora! Clique Aqui!

Você sabe o que é rejuvenescimento ovariano?



"Na atualidade, é comum que as mulheres optem por ter seus filhos em idade mais […]"

por Dr. Augusto Bussab

Você sabe o que é rejuvenescimento ovariano?

Na atualidade, é comum que as mulheres optem por ter seus filhos em idade mais avançada. Como a fertilidade diminui consideravelmente após os 35 anos, essas mulheres podem ter dificuldades para engravidar e ter de recorrer a técnicas de reprodução humana assistida.

Os especialistas e pesquisadores da área de medicina reprodutiva buscam desenvolver técnicas seguras, que sejam menos invasivas e que resultem em bons resultados para os casais. Um dos tratamentos ainda em estudo, mas que pode vir a se tornar uma alternativa no futuro, é o rejuvenescimento ovariano.

Acompanhe o texto de hoje para entender como essa técnica poderá ajudar casais a terem filhos. Também apresentaremos suas indicações e benefícios.

O que é rejuvenescimento ovariano?

O rejuvenescimento ovariano tem o objetivo de ativar os óvulos que permanecem no ovário, mas não se desenvolvem para serem fecundados. Esses óvulos permanecem por anos nos ovários, porém mantêm-se no estágio inicial de desenvolvimento.

As principais técnicas utilizadas para rejuvenescer ovários ainda estão em fase experimental, mas têm demonstrado bons resultados nos estudos realizados até o momento. Elas são:

Microinjeção de mitocôndrias humanas

As mitocôndrias são as partes das células (organelas) que geram energia para a própria célula. A técnica consiste na injeção de mitocôndrias da própria mulher durante a fertilização in vitro (FIV), no momento que o espermatozoide é injetado no óvulo.

A técnica tem o objetivo de melhorar o desenvolvimento embrionário com óvulos de mulheres mais velhas, ao utilizar as mitocôndrias derivadas das células precursoras dos óvulos.

Rejuvenescimento por injeção de plasma rico em plaquetas (PRP)

O PRP é proveniente do sangue da própria mulher, e é injetado diretamente no ovário. O objetivo é obter novos óvulos do ovário da mulher, a partir do estímulo pelos fatores de crescimento presentes no PRP.

Rejuvenescimento por ativação in vitro (IVA)

Uma parte do ovário é retirada cirurgicamente para que seja avaliado se ainda há folículos no órgão. O tecido é tratado em laboratório com fatores de crescimento e reimplantado na mulher.

Rejuvenescimento pela via HIPPO

É feita a retirada cirúrgica do ovário, que é fragmentado em laboratório e reimplantado em um único procedimento. A fragmentação do ovário causa alterações intercelulares que levam ao crescimento folicular.

Para quem a técnica é indicada?

Como o tratamento de rejuvenescimento ovariano ainda está em fase experimental, só pode ser realizado em mulheres que atendem aos critérios de inclusão e em casos específicos.

As suas indicações incluem:

  • mulheres na fase de menopausa ou perimenopausa, com menos de 40 anos e que desejam engravidar;
  • mulheres com baixa reserva ovariana, consideradas inférteis;
  • mulheres com insuficiência ovariana prematura.

Os médicos indicam que outras técnicas de reprodução humana sejam utilizadas antes da tentativa de rejuvenescimento ovariano. Nem sempre o tratamento de estimulação ovariana é suficiente para estimular o desenvolvimento dos óvulos, principalmente em mulheres com idade mais avançada. Nesses casos, o rejuvenescimento pode ser uma alternativa de tratamento.

Por que é interessante rejuvenescer o ovário?

As diferentes técnicas de rejuvenescimento ovariano são muito promissoras, pois podem ajudar mulheres que respondem mal a outros tratamentos de reprodução assistida. O grupo considerado como “mal respondedoras”, que são aquelas que não respondem aos medicamentos de estimulação do ovário, serão muito beneficiadas.

Outro benefício pode ser a reversão do quadro de menopausa precoce, problema que pode afetar mulheres com menos de 30 anos.

O tratamento poderá permitir que as mulheres com idade avançada ou baixa reserva de ovários consigam engravidar com seus próprios óvulos, em vez de recorrer à doação de óvulos.

Se você gostou de saber mais sobre a técnica de rejuvenescimento ovariano, ainda em estudo, continue a visita no site e leia mais sobre o tema no nosso texto sobre estimulação ovariana!


Deixe o seu comentário
Próxima leitura
Hérnia nos testículos pode causar infertilidade?

Fertilidade é sempre uma questão que traz dúvidas a homens e mulheres. Uma delas é […]

Ler mais...