Relação Sexual Programada

Relação Sexual Programada

Relação sexual programada é como denominamos o melhor momento para o casal ter relações sexuais com fins reprodutivos, determinado através do acompanhamento do ciclo menstrual da paciente pelo médico responsável.

O acompanhamento é feito através do controle ultrassonográfico de ovulação, sendo essa a forma mais segura de se determinar quando a paciente entrará no pico da fertilidade dentro do ciclo menstrual.

O procedimento se inicia no segundo ou terceiro dia do ciclo, quando a mulher ainda está em período menstrual. Nesse momento é realizado o primeiro ultrassom transvaginal onde se verifica se o ovário não possui cistos remanescentes do ciclo menstrual anterior e se no interior do útero não existem pólipos, miomas ou tecido endometrial em excesso.

Se esse primeiro exame estiver em ordem, poderá então ser iniciado o controle para se determinar o dia da ovulação. O exame de ultrassom será repetido a cada dois ou três dias, para acompanhar o crescimento dos folículos e do endométrio, que deverão crescer naturalmente de forma gradual.

Quando os folículos e o endométrio alcançam a dimensão adequada, a paciente recebe o hCG, uma medicação injetável que provoca a maturação do óvulo e a sua saída do interior do folículo para o exterior do ovário, para a seguir ser capturado pelas tubas, onde o óvulo será fertilizado através de relações sexuais.