Reversão de Vasectomia

Quando o homem deseja reverter o quadro de esterilidade causado pela vasectomia, existem dois tipos de tratamento que podem ser sugeridos. São eles a cirurgia de reversão de vasectomia e a Fertilização in vitro (FIV) com punção do epidídimo para aspiração de espermatozóides.

No procedimento de reversão de vasectomia, os ductos deferentes, que transportam os espermatozóides dos testículos para serem ejaculados, são reconectados e os espermatozóides voltam a ser ejaculados naturalmente.

Trata-se de uma cirurgia mais complexa que a vasectomia em si, pois se trata de um procedimento de qualidade microscópica. Pode levar em média 2 horas para se realizar e por isso deve ser realizada em ambiente cirúrgico hospitalar.

Apesar da natureza delicada do procedimento, as técnicas atuais para reversão da vasectomia estão mais eficientes, necessitando que o paciente fique no hospital apenas durante o pós-operatório, aguardando os efeitos da anestesia se dissiparam.