Diagnóstico

Durante a 1ª consulta, o médico irá dedicar o tempo necessário para analisar todos os dados detalhados da história do paciente ou do casal, além de realizar uma ultrassonografia transvaginal ou pélvica e revisar todos os exames previamente realizados. Esta é uma boa oportunidade para esclarecer todas as dúvidas do casal e desenhar o plano diagnóstico e terapêutico, com eficácia e levando em consideração todas as possibilidades.

Se por ventura o casal já tenha diagnósticos bem estabelecidos e todos exames realizados, já é possível discutir as opções de tratamento.

Recomendamos que o parceiro também vá à consulta, mas não é obrigatório. Quando presente, a consulta se torna mais esclarecedora, pois ambos podem ter dúvidas distintas.

O casal ou paciente deve compreender e se sentir confortável com o tratamento proposto e entendemos que isto é tão importante quanto o desenvolvimento da Programação Personalizada de Tratamento. As taxas de sucesso são expostas de forma transparente, para que o casal decida em conjunto com o médico qual é a melhor opção.