Infertilidade masculina: saiba quais são os primeiros passos para detectá-la

Causas Infertilidade Masculina

A infertilidade masculina já foi um grande tabu no passado. Felizmente, hoje essa questão é vista com mais naturalidade, e os homens diagnosticados inférteis têm maior facilidade para procurar acompanhamento médico, descobrir a causa e buscar formas de como tratar a infertilidade masculina, tornando-se capazes de realizar o sonho de ser pai.

As causas mais comuns da infertilidade no homem são a varicocele, processos infecciosos e alterações hormonais. Quando o problema é identificado, o primeiro passo é procurar o urologista para a realização de um espermograma. O exame consiste na coleta do líquido espermático e sua posterior análise.

Com o resultado desse exame, o médico realiza uma avaliação detalhada e orienta o paciente sobre sua condição fértil, indicando a ele o tratamento correto.

Um resultado satisfatório do exame revela a presença de cerca de 20 milhões de espermatozoides para cada mililitro de sêmen. Desse número, metade deve apresentar mobilidade adequada (capacidade de se deslocar até a trompa para fecundar um óvulo e dar origem ao embrião).

Como funciona a produção de hormônios?

No cérebro, uma glândula chamada hipófise produz hormônios que são enviados aos testículos para a produção da testosterona e, consequentemente, dos espermatozoides.

Enquanto na mulher é possível estimular os ovários a produzirem mais óvulos, nos homens não há nada que aumente a produção de espermatozoides, se ela não for suficiente.

Por essa razão foi só a partir dos anos 1990, com o surgimento da fertilização in vitro, que passou a ser possível tratar com eficiência a infertilidade masculina. A busca por outros métodos de tratamento ganhou espaço nas clínicas de reprodução humana.

Como evitar a infertilidade?

Ter uma boa qualidade de vida é sempre a melhor maneira de evitar a infertilidade masculina. Uma rotina saudável de exercícios físicos e uma alimentação balanceada são fundamentais.

Por outro lado, o uso de anabolizantes e de drogas, lícitas ou ilícitas, pode comprometer o funcionamento da hipófise, a glândula cerebral que produz a testosterona — o hormônio diretamente relacionado à qualidade e à mobilidade dos espermatozoides.

O uso de drogas é tão sério que pode, inclusive, comprometer uma região dos testículos, o túbulo seminífero.

Como tratar a infertilidade masculina?

A melhor atitude para tratar a infertilidade masculina é, em primeiro lugar, buscar a ajuda de um médico para a realização de um diagnóstico. Só assim será possível encontrar a melhor solução para o problema.

É muito importante fugir dos mitos e dos tratamentos “caseiros”. Isso apenas irá atrapalhar a realização do sonho do casal, que é a gravidez. Assim, procurar uma clínica de reprodução assistida é a melhor e mais eficaz alternativa.

Além do espermograma, que avalia a qualidade dos espermatozoides, médico poderá realizar o exame físico para diagnosticar doenças que potencialmente causam a infertilidade no homem, como a varicocele.

Outras doenças e disfunções hormonais podem ser identificadas por meio de exames. Conhecendo a causa do problema, encontrar um método de como tratar a infertilidade masculina se torna muito mais fácil.

Achou esse conteúdo informativo? Então siga nossa página no Facebook e acompanhe todas as dicas e esclarecimentos sobre fertilidade e gravidez que compartilhamos. Nos vemos por lá!

Formado pela Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA) e com Pós Graduação em Reprodução Humana, no Hospital Antoine Béclère, em Clamart, França, o Dr. Augusto Bussab dedica-se desde 2006 em sua clínica a ajudar mulheres no sonho de ser mãe.

Deixe seu Comentário

    Posts Relacionados

    Todos os Posts